Em DVD/Bluray: Cisne Negro (2010)

Publicado: abril 10, 2011 em Cinema, Em DVD/Bluray
Tags:, , , ,

A seção Em DVD/Bluray abarca comentários sobre filmes que ainda não são considerados clássicos ou bons títulos recém-lançados em DVD/Bluray (neste caso, que não foram cobertos na seção Nos Cinemas). Estes filmes podem ter sido lançados em anos anteriores, mas vistos pela primeira vez recentemente (a exemplo de Todo Mundo Quase Morto) ou títulos que foram revisitados pelo comentarista e que, em sua visão, são merecedores de um review (como Linha do Tempo, de 2003).

A seção oferece, além do texto, do trailer legendado (hospedado no YouTube) e do pôster do filme, um campo de links composto pelas seguintes informações: Ficha Técnica e Sinopse, além de outras possíveis informações complementares.


:: Sinopse ::

Beth MacIntyre (Winona Ryder), a primeira bailarina de uma companhia, está prestes a se aposentar. O posto fica com Nina (Natalie Portman), mas ela possui sérios problemas interiores, especialmente com sua mãe (Barbara Hershey). Pressionada por Thomas Leroy (Vincent Cassel), um exigente diretor artístico, ela passa a enxergar uma concorrência desleal vindo de suas colegas, em especial Lilly (Mila Kunis).

:: Impressões ::

A exemplo de todos os filmes de Darren Aronofsky, Cisne Negro é carregado de simbolismos. A trajetória de uma talentosa, porém extremamente frágil bailarina (Portman) rumo ao estrelato é apenas a ponta da pirâmide que é este verdadeiro tratado psicológico. Mesmo que, devido a sua estética de tons surrealistas, Cisne Negro possa não ser facilmente compreendido, o que realmente importa neste projeto (no meu ponto de vista) é simplesmente a libertação dos sentidos, ou seja, a experiência sensitiva que este filme pode passar ao expectador.

Brincando a todo o momento com o expectador, Cisne Negro vai entregando pistas de que algo no universo da personagem de Natalie Portman não funciona de forma normal/organizada. Ações e ilusões que beiram ao esquizofrenismo, a insistente presença de espelhos (que passam a impressão de que os reflexos mostrados são na verdade a essência da personagem, seu verdadeiro eu, ao contrário do que se posta de frente ao espelho) e as cenas de “automutilação” da personagem nos acompanham durante toda a “transformação” da mesma. A exemplo da personagem do balé, entremos cada vez mais fundo no trágico espetáculo que resultará num final no mínimo trágico: o suicídio do cisne por amor. Entre atos de loucura e descobertas do seu eu, acompanhamos na verdade um tributo a uma arte tão cultuada e ao mesmo tão pouco conhecida. Um belo tratado psicológico que prefere apontar as questões e deixar as resoluções ao expectador.

Quanto ao produto final do filme, confesso que, apesar de um excelente trabalho, não o considero um espetáculo imperdível e muito menos o melhor filme de Aronofsky. Cisne Negro foi reverenciado quase que no mundo inteiro como um marco, entretanto acho que não chega a tanto. É um filme corajoso, interessante, bem executado e que conta com performances magníficas do trio principal (além de Portman, Vicent Cassel e Mila Kunis), além da trilha sonora angustiante de Clint Mansell. No entanto, como prova de arroubo e ousadia, ainda acho que o grande cinema de Aronofsky está em títulos como Réquiem para um Sonho e Fonte da Vida, apesar de que, apesar de não ser unanimidade, ainda estou para assistir a um filme ruim do cineasta.

Fica a dica então. Se você não conhece o trabalho deste realizador, não fique apenas com Cisne Negro. Procure já Pi, Réquiem para um Sonho, Fonte da Vida e O Lutador. Confira os cinco trabalhos e comprove o quão único, complexo e brilhante é a filmografia do mesmo. Confira já.

Em resumo, observe a arte do cartaz. Ela diz tudo.

Elenco: Natalie Portman, Vicent Cassel, Mila Kunis, Barbara Hershey e Winona Ryder.

:: Ficha Técnica ::

Título original: Black Swan

Gênero: Suspense

Duração: 107 min.

Ano de lançamento: 2010

Distribuidora: 20th Century Fox Film Corporation

Direção: Darren Aronofsky

Roteiro: Andres Heinz e Mark Heyman, baseado em história de Andres Heinz

Produção: Scott Franklin, Mike Medavoy, Arnold Messer e Brian Oliver

Música: Clint Mansell

Fotografia: Matthew Libatique

Direção de arte: David Stein

Figurino: Amy Westcott

Edição: Andrew Weisblum

Efeitos especiais:Matt Kushner (coordenador de efeitos visuais)

:: Trailer ::

:: Links ::

Sinopse e Ficha Técnica: Adoro Cinema

Fichas no IMDB:

* Natalie Portman

* Vicent Cassel

* Mila Kunis

* Darren Aronofsky

– Indicações ao Oscar 2011: Ig

– Os melhores filmes de 2009: Que Resenha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s