Em DVD/Bluray: Amor e Outras Drogas (2010)

Publicado: julho 9, 2011 em Cinema, Em DVD/Bluray
Tags:, , , , , , , ,

:: Sinopse ::

Jamie Randall (Jake Gyllenhaal) é um sedutor incorrigível do tipo que perde a conta do número de mulheres com quem já transou. Após ser demitido do cargo de vendedor em uma loja de eletrodomésticos, por ter seduzido uma das funcionárias, ele passa a trabalhar num grande laboratório da indústria farmacêutica. Como representante comercial, sua função é abordar médicos e convencê-los a prescrever os produtos da empresa para os pacientes. Em uma dessas visitas, ele conhece Maggie Murdock (Anne Hathaway), uma jovem de 26 anos que sofre de mal de Parkinson. Inicialmente, Jamie fica atraído pela beleza física e por ter sido dispensado por ela, mas aos poucos descobre que existe algo mais forte. Maggie, por sua vez, também sente o mesmo, mas não quer levar adiante por causa de sua doença.

:: Impressões ::

Pode ser que seja o momento pelo qual estou passando, mas fui pego de surpresa pelo filme Amor e Outras Drogas (Love and Other Drugs, no original). A crítica especializada ficou bastante dividida quanto à recepção ao filme e, como sempre gosto de me atualizar sobre os lançamentos cinematográficos que virão, fiquei com a pulga atrás da orelha, principalmente por um fator: o filme tem como conceito a guerra da indústria farmaceutica nos Estados Unidos (em especial os laboratórios – ou mega-corporações  – Pfizer e Lilly, tendo foco narrativo o primeiro), completada pelo drama vivido entre um jovem representante farmacêutico da Pfizer (Jake Gyllenhaal, de Donnie Darko) e sua “namorada” (Anne Hathaway, de Alice no País das Maravilhas) que sofre de parkinson. Sendo assim, acreditava que o filme se esforçaria mais em trabalhar o relacionamento um tanto quanto disfuncional do casal do que no desenvolvimento da crítica ao corporativismo cego da indústria de drogas “medicinais” (conceito um tanto quanto complexo). Portanto, me encontarava previamente com receio quanto ao filme (julgando que a inversão de prioridades, nesse caso, prejudicaria a obra como um todo). E não é que, após conferir Sexo e Outras Drogas fiquei com um sentimento completamente inverso quanto ao imaginado anteriormente.

Dirigido pelo competente (e chegado a filmes épicos e românticos) Edward Zwick – são dele filmes como Tempo de Glória, Lendas da Paixão e O Último Samurai, por exemplo), Amor e Outras Drogas comove principalmente pela capacidade da dupla central de atores (Gyllenhaal, tendo uma das melhores performances de sua carreira e Hathaway, que transparece doçura e sensibilidade, tal como já tinha mostrado anteriormente no excelente filme O Casamento de Rachel, de Jonnathan Demme) em amplificar as emoções já inseridas no roteiro do longa. É importante frisar que Jake Gyllenhaal e Anne Hathaway foram indicados a categorias de melhor ator e atriz, respectivamente, ao Globo de Ouro por estas interpretações.

Voltando ao mote, o dilema enfrentado pelo casal (no qual, de uma forma ou de outra fez com que eu me identificasse – mesmo que não literalmente – com as possibilidades, os erros e acertos durante a conturbada relação do casal) realmente transforma-se no mote central do filme, contudo sem excluir a importânica da crítica a indústria farmacêutica, que ainda continua sendo pontuada com relativo destaque pelo experiente Zwick, além do nascimento do medicamento Viagra (outro ponto abraçado pelo longa).

Realmente é muito bom ser surpreendido positivamente por algo (e extremamente raro, creio eu). E a surpresa que Amor e Outras Drogas me causou foi imensa. Com tudo dito acima não quero dizer que este filme é perfeito, contudo o que tento expressar é que ele conseguiu inverter meu usual modo de reflexão ao assistir a um filme, que se normalmente se dá pelo racional, e este longa me fez apreciá-lo (em grande parte) pelo meu lado emocional e de forma involuntária. Tópicos como relacionamentos vazios, conquistas efêmeras, plenitude/completude através de uma outra pessoa, segurança num relacionamento, sacrifício, egoísmo, estes e outros são mostrados, com mais ou menos destaque, neste inusitado e divertido (nos momentos certos) filme.

Sexo e Outras Drogas não é um filme complexo, mas apresenta conceitos interessantes, tanto no âmbito de relacionamentos, quanto social e político. Tudo isso sem esquecer de entreter (ele possui alguns bons alívios cômicos), mas prevalece no mesmo o cunho mais sério, mais polido, revelando-se assim como um romance disfarçado de drama (em sua essência) e não um drama disfarçado de romance. Um filme “menor” de Edwarz Zwick, que com certeza em breve figurará em minha estante. Lições não são apenas aprendidas, mas sim muitas vezes compreendidas antes mesmo de se passar pelo teste delas. Acho que isso resume o sentimento emitido pelo filme e recebido por mim (do coração ao cérebro, como dito acima). Não sei como está sendo a recepção ao filme agora que o mesmo já encontra-se disponível para compra e locação, mas espero que o mesmo, caso não tenha chamado tanto a sua atenção, seja redescoberto e visto, por que realmente vale a pena coneferí-lo. Um filme que realmente é bem mais do que sua sinopse e trailer vendem.

Elenco: Jake Gyllenhaal, Anne Hathaway, Hanzk Azaria, Oliver Platt e Gabriel Match.

:: Ficha Técnica ::

Título original: Love & Other Drugs

Gênero: Romance / Drama

Duração: 113 min.

Ano de lançamento: 2010

Site oficial: http://www.loveandotherdrugsthemovie.com

Distribuidora: Twentieth Century Fox Film Corporation (USA) |

Direção: Edward Zwick

Roteiro: Edward Zwick, Charles Randolph e Marshall Herskovitz, baseado em livro de Jamie Reidy

Produção: Edward Zwick, Scott Stuber, Charles Randolph, Marshall Herskovitz e Pieter Jan Brugge

Música: James Newton Howard

Fotografia: Steven Fierberg

Direção de arte: Gary Kosko

Figurino: Deborah Lynn Scott

Edição: Steven Rosenblum

:: Trailer ::

:: Links ::

Sinopse e Ficha Técnica: Adoro Cinema

Fichas do IMDB:

Edward Zwick (Diretor)

Jake Gyllenhaal

Anne Hathaway

Hank Azaria

Oliver Platt

Anúncios
comentários
  1. Fiquei realmente interessada no filme, querido!
    Espero assistí-lo em breve, ok?
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s