Mais uma história lançado sobre o selo Marvel Knights, Homem-Aranha: Com Grandes Poderes…, escrita por David Lapham (Batman – City of Crime)e ilustrada por Tony Harris (Ex-Machina), nada mais é do que mais uma revisita à origem do personagem. Dividida em cinco partes, a história tem como diferencial, em comparação ao enredo original de Stan Lee, o foco em um Peter Parker mais irresponsável, tanto pelo peso do descobrimento dos poderes de aranha, quanto pelas próprias características advindas do período de adolescencia, além, é claro, do impacto constante de bullying sofrido por Parker anteriormente ao acidente que o confere poderes sobrehumanos.

Sem um fechamento efetivo (sugerindo então uma possível continuação à série, que até então não foi confirmada – passaram-se 3 anos de sua publicação), Homem-Aranha: Com Grandes Poderes… é um material interessante para os não iniciados na trajetória do personagem e que desejam um material independente para que possam adentrar no universo do mesmo. É claro que esta história não pertence a cronologia oficial do personagem, contudo não há grandes diferenças entre o enredo desta e a essência do personagem em suas histórias, digamos, oficiais.

Quanto aos leitores já iniciados, que acompanham, acompanharam ou possuem um bom conhecimento acerca do universo do Homem-Aranha, não recomendo à leitura desse produto, principalmente por que o mesmo não apresenta nenhuma novidade, no que se refere à uma nova leitura ou interpretação do personagem. Por sinal, a revisita da origem do personagem feita por Brian Michael Bendis (roteiro) e Mark Bagley (desenhos) na série Ultimate (universo alternativo dos personagens da Marvel Comics) é bem melhor, em todos os sentidos – talvez não no traço, mas isso não faz assim tanta diferença em termos narrativos – do que Homem-Aranha: Com Grandes Poderes… .

Sendo assim, reforço que essa história é indicada principalmente aqueles que não tem grande conhecimento sobre o personagem, principalmente os que não conhecem a fundo a origem do personagem e seus primeiros anos em ação (ou seja, talvez aqueles que conheçam o personagem apenas pelos filmes ou desenhos animados).  Até agora, dentre as séries de encadernados sob o selo Marvel Knights que saíram no Brasil, Homem-Aranha: Com Grandes Poderes… é a mais fraca, não pelo enredo/traço em si, mas sim por não ousar em sua abordagem, nem apresentar novidades à estrutura narrativa e/ou estética do personage. Portanto, apesar de estar longe da perfeição, a outra HQ conferida da série, Capitão América: A Escolha, é um produto mais interessante (mesmo não sendo realmente uma história do Capitão América como personagem principal) e portanto melhor do que Homem-Aranha: Com Grandes Poderes…

*

Homem-Aranha: Com Grandes Poderes… foi lançado no Brasil pela editora Panini, numa caprichada edição em capa dura que reúne as cinco partes da minissérie publicada originalmente, nos Estados Unidos, no ano de 2008. O preço cobrado pela obra é bastante justo, principalmente pela alta qualidade de sua formatação por aqui.

Anúncios
comentários
  1. […] similar, vale a pena incluir Mitos Marvel ao lado das demais publicações Namor: As Profundezas, Homem-Aranha: Com Grandes Poderes… e Capitão América: A […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s