:: Sinopse ::

Sidney Prescott (Neve Campbell) está de volta à sua cidade natal, Woodsboro, onde sobreviveu a uma série de terríveis assassinatos. Ela escolheu a cidade para encerrar a turnê de lançamento de seu livro, no qual fala sobre como deixar de se sentir uma vítima. Só que, tão logo ela chega, o assassino Ghostface volta a atacar. Ao lado dos velhos amigos Dewey (David Arquette) e Gale (Courteney Cox), agora casados, eles precisarão enfrentar uma nova série de mortes. Para complicar ainda mais a situação, os adolescentes da cidade idolatram o massacre de Woodsboro e, fãs de filmes de terror, o celebram a cada aniversário.

:: Impressões ::

Depois de muitos anos de disse e não disse, finalmente foi lançado Pânico 4, 15 anos após o sucesso do primeiro filme da agora série. Prometido como um filme que resgataria a essência do longa original, ao mesmo tempo em que adaptaria as situações que foram atuais na década de 1990, as circunstâncias do nossos dias. Ou seja, dá-lhe chuva de engenhocas ultra “high-tech”, como i-pods, câmeras digitais de última geração e mídias sociais. Mas o que interessa mesmo é se esse quarto capítulo realmente conseguiu cumprir o que alardeou durante toda a sua produção. A resposta? Em parte sim. Pânico 4 começa muito bem, acertando ao “desconstruir” sua própria estrutura – leia-se, da série – de forma criativa e bem sacada, contudo, da metade pro final o filme começa a cair de produção, não resultando obviamente num produto ruim, mas traz a tona aquele pensamento sedimentado desde Pânico 2: realmente precisavam ser feitas continuações? E, mesmo com o esforço de qualidade desde quarto filme, em comparação as demais continuações, o mesmo ainda fica – e muito – devendo ao longa original.

Para resumir a qualidade do filme de maneira simbólica dá para se fazer um paralelo com um passeio de montanha-russa, onde a subida é lenta, porém cheia de tensão e ansiedade, contudo após a breve estagnação na metade do perscurso, o restante é praticamente todo em queda-livre. Sendo assim, é mais ou menos este o sentimento que fica ao término da exibição de Pânico 4, um sentimento de desperdício de uma até então boa premissa. Infelizmente, um filme que divirtirá os jovens – ou não, visto que o filme não encontrou seu público, tendo um resultado não muito satisfatório nas bilheterias – mas com certeza não ficará marcado como um grande filme do gênero. Quem sabe os executivos não refilmarão o filme com uma temática mockumentary, a lá A Bruxa de Blair e Atividade Paranormal (leia-se ganância)? Se a ideia pegar, pode ter certeza que serei o primeiro a NÃO assistir.

Por fim, Pânico 4 é bacaninha, tecnicamente bem-feito e com alguns bons personagens. Apesar de alguns momentos travados e um tanto quanto sem sentido à trama geral, consegue divertir – principalmente quem já acompanha e é fã da série. Apesar do final um tanto quanto risível – alguém aí lembrou do filme recente A Órfã? -, naquele velho morre mas não morre, acaba mas não acaba. o filme consegue cumprir (em parte) sua promessa e entraga exatamente (ou quase) aquilo que os fãs (ou não) da série vinham pedindo.

Pânico (1996)

Pânico 2 (1997)

Pânico 3 (2000)

*

Neste Pânico vemos alguns “astros” da nova geração do cinema/TV, como Hayden Panettiere (do seriado promessa – que não passou disso -, Heroes), Emma Roberts (filha de Eric Roberts, sobrinha de Julia Roberts… ah, participou do chato Idas e Vindas do Amor), Rory Culkin (irmãos mais novo de Macauly Culkin, fez o filho de Mel Gibson no filme Sinais, M. Night Shyamalan), Adam Brody (conhecido por interpretar o personagem Seth Cohen, no seriado O.C., além de ter participado de pérolas cinematográficas como Garota Infernal, com Megan Fox), Anthony Anderson (conhecido pela série All About the Andersons e por participações em filmes como Transformers), além das rápidas participações de Anna Paquin (a eterna garotinha do filme O Piano, vista também na série de filmes X-Men, porém mais conhecida por interpretar a personagem Sookie na série True Blood) e Kristen Bell (da finada série Veronika Mars e de filmes como Ressaca de Amor). À grosso modo uma lista um tanto quanto mais insípida do que as dos filmes anteriores. É esperar alguns anos e ver quem realmente vingou ou não…

:: Ficha Técnica ::

Elenco: Neve Campbell, Courteney Cox, David Arquette, Emma Roberts, Hayden Panettiere, Rory Culkin, Adam Brody, Mary McDonnel, Anthony Anderson e Marley Shelton.

Título original: Scream 4

Gênero: Terror

Duração: 111 min.

Ano de lançamento: 2011

Site oficial: http://www.scream-4.com

Estúdio: Dimension Films | Midnight Entertainment | Outerbanks Entertainment

Direção: Wes Craven

Roteiro: Kevin Williamson

Produção: Wes Craven, Kevin Williamson e Iya Labunka

Música: Marco Beltrami

Fotografia: Peter Deming

Direção de arte: Gerald Sullivan

Figurino: Debra McGuire

Edição: Peter McNulty

Efeitos especiais:Prime Focus / Rez-Illusion

:: Trailer ::

Legendado

:: Links ::

Sinopse e Ficha Técnica: Adoro Cinema.

Bilheteria: Box Office Mojo.

Fichas do IMDb:

*Emma Roberts

* Hayden Panettiere

* Rory Culkin

* Adam Brody

* Anthony Anderson

* Kristen Bell

* Anna Paquin

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s