Lex Luthor – Homem de Aço

Publicado: outubro 21, 2011 em Literatura, Quadrinhos
Tags:, , , ,

:: Sinopse ::

Superman já foi chamado de muitas coisas desde que veio a público: de defensor da verdade e justiça a Maior Escoteiro do Mundo. Conseguiu tornar a si mesmo tão humano que quase todo mundo esqueceu que ele não é um de nós. Quase todo mundo. Apenas Lex Luthor se opõe ao Último Filho de Krypton para fazê-lo se dar conta do que verdadeiramente é: uma perigosa ameaça a toda a humanidade. O fim da missão eterna de Luthor para deixar Superman a seus pés nunca esteve tão próximo… Da aclamada dupla responsável por Coringa, o roteirista ganhador do Prêmio Eisner Brian Azzarello e o artista Lee Bermejo, surge uma história que perscruta o gênio maligno de Lex Luthor, o verdadeiro benfeitor e única esperança de Metrópolis.

:: Impressões ::

O escritor Brian Azzarello não é e nunca foi uma unanimidade para os leitores de histórias em quadrinhos, até por que, apesar de nos últimos dez ter escrito histórias de diversos personagens célebres – dentre eles Batman, Superman e, atualmente, a Mulher-Maravilha), o mesmo é mais conhecido (e reverenciado) pela criação do noir 100 Balas. E só. Seu arco de histórias do Superman – com desenhos de Jim Lee – foi mal recebido, enquanto Cidade Castigada, história encabeçada pelo Batman, dividiu opiniões quanto a sua qualidade, mas também nunca foi considerada uma obra “essencial”. Portanto, aos olhos da maioria dos leitores, Azzarello não é tudo aquilo que prometia.  Contudo, tal qual sua graphic-novel Coringa (que tem foco no principal vilão do Batman), esta Lex Luthor – Homem de Aço é um primor de história,  talvez um pequeno grande clássico moderno.

Lex Luthor – Homem de Aço nos apresenta a visão do personagem título – clássico algoz do filho de Krypton – , homem esse que odeia tudo aquilo que o Superman representa e, principalmente pelo fato do mesmo não ser humano (todo mundo sabe que o Superman é um alienígena, não é mesmo?). Questões como o poder de mudança de estado pelo próprio homem e a dependência do mesmo para com o Super são alguns dos questionamentos levantados pela minissérie, tudo muito bem argumentado pelos textos reflexivos de Azzarello e pela arte meticulosa de Lee Bermejo, que repete a parceria de Coringa com o escritor.

Muito bacana o desenvolvimento da história e, principalmente, a construção da motivação de Luthor, pontuada com pensamentos e ideias bastante pertinentes as características intelectuais do mesmo. O desfecho parece um tanto quanto apressado, entretanto o mesmo não tira o brilho da iniciativa e qualidade fulcral da obra, que é apresentar um brilhante paradigma humano, que teme o que não lhe é “normal” e o classifica como perigoso ou não digno de confiança. Uma obra corajosa e que consegue, mesmo que com fragilidades, nos fazer compreender o ponto de vista do vilão Lex Luthor, mesmo que não concordemos com ele ao final dessa história.

*

Lex Luthor – Homem de Aço é um relançamento em forma de encadernado da Panini Comics  e reúne as 5 edições da minissérie original norte-americana, originalmente lançada em 2005, totalizando de 132 páginas.

:: Links ::

– Sinopse: Multiverso DC

Crítica do site Universo HQ 

Entrevista do site Omelete com Brian Azzarello

– Biografia de Brian AzzarelloWikipédia 

– Biografia de Lee BermejoWikipédia 

– Site da Panini Comics 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s