Depois do belo episódio introdutório, que se não apresentou nada de espetacular, serviu muito bem como uma espécie de boas-vindas ao fã do seriado, a segunda temporada de Game of Thrones começa a tomar corpo. The Night Lands mostra pelo menos dois lados do cada vez mais delicado jogo dos tronos, com a participação mais do que essencial de Tyrion Lannister (o premiado ator Peter Dinklage) e sua irmã, Cersei Lannister (Lena Headey), como  motores da mobilização em Porto Real rumo ao inevitável conflito contra os irmãos Stannis (Stephen Dillane) e Renly Baratheon (Gethin Anthony), este último ainda sem dar as caras nesta temporada.

Apesar do aquecimento das engrenagens entre Lannisters e Baratheons serem de grande valia, os grandes destaques do episódio são o aumento da participação  – tanto em tela, quanto em interesse demandado pela trama – de Arya Stark (Maisie Williams), que após a breve participação no episódio anterior, aparece mais e com isso revela mais alguns detalhes acerca do universo originalmente concebido por George R. R. Martin e o olhar sobre o reino de origem de Theon Greyjoy (Alfie Allen), onde finalmente podemos conhecer tanto seu lar, quanto seu pai (mesmo que isso não seja assim tão positivo).

Como não podia deixar de ser, o núcleo da muralha continua a ganhar destaque, em especial Jon Snow (Kit Harington), gradativamente evoluindo como provável herói da série. Afora estes, pouco se vê de Daenerys (Emilia Clarke) e os dothraki, muito menos aparecem Robb, Samsa e Caytelyn Stark, tendo mais uma vez uma pequena participação novos personagens que sugerem certa importânica à trama, dentre eles Davos Seaworth (Liam Cunningham) e Melisandre (Carice van Houten), ambos aliados do outro candidato ao trono, Stannis Baratheon.

Com um ritmo mais acelerado – e também interessante – do que o episódio de estreia, The Night Lands fecha com um enigma que desperta grande interesse, em especial por, pelo menos por enquanto, não refletir ao disputado jogo de tronos em andamento. Entretanto, se tivesse que destacar apenas uma coisa, esta seria a presença sempre marcante – e indiretamente cômica – do mercenário Bronn (Jerome Flynn), o até então braço direito de Tyrion Lannister.

Ainda não viu minhas impressões sobre o episódio anterior? Veja agora:

Episódio 1, temporada 2: The North Remembers

Anúncios
comentários
  1. […] Game of Thrones – 2ª Temporada: 2×02. The Night Lands […]

  2. […] Game of Thrones – 2ª Temporada: 2×02. The Night Lands […]

  3. […] Game of Thrones – 2ª Temporada: 2×02. The Night Lands […]

  4. Lucia Trejo disse:

    Li os livros e encantaram-me, vejo a série e encanta-me. Poucas são as adaptações que são igual de boas que os livros. O ultimo episódio da GOTS7 deixou muito boas expectativas para as últimas temporadas da série. Considero que aborda um tema interessante e pode chegar a encantar ao publico principalmente pelo seu elenco e depois pelo estilo da historia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s