Posts com Tag ‘quarteto fantastico’

Compilação de histórias que revisitam a origem de alguns dos mais clássicos personagens do universo Marvel Comics, Mitos Marvel é, de certa forma, um fechamento digno para os demais encadernados de luxo lançados pela Panini Comics sob o selo Marvel Knights. Na verdade, tecnicamente este não tem nada a ver com o outro – até mesmo por que muitos personagens se repetem, à exemplo de Capitão América e Homem-Aranha, por exemplo -, contudo, como ambas as obras possuem acabamento similar, vale a pena incluir Mitos Marvel ao lado das demais publicações Namor: As Profundezas, Homem-Aranha: Com Grandes Poderes… e Capitão América: A Escolha.

Não vou ficar aqui discrimando a qualidade de cada uma das seis histórias publicadas neste encadernado, visto que, apesar de algumas se mostrarem superiores  outras, o equilíbrio é mantido pelo roteirista Paul Jenkins (Origem) e pelo ilustrador Paolo Rivera. Portanto, para quem curte X-Men, Quarteto Fantástico, Motoqueiro Fantasma, Capitão América, Hulk e Homem-Aranha ou tem curiosidade em conhecê-los, esta aí uma ótima oportunidade, pois cada equipe/personagem tem sua origem revisitada de forma simples e atualizada em pouco mais de 20 páginas (por história), portanto de forma resumida e objetiva. Enfim, Mitos Marvel é um projeto pouco original (quantas vezes a Marvel não publicou produtos similares?), mas que por conta da qualidade da equipe criativa e do acabamento de luxo, acaba se destacando dentre outros materiais disponíveis no mercado.

*

Abaixo, uma galeria com as capas originais das edições originais publicadas nos Estados Unidos:

:: Mythos X-Men ::

:: Mythos Hulk ::

:: Mythos Captain America ::

:: Mythos Fantastic Four ::

:: Mythos Ghost Rider ::

:: Mythos Spider-Man ::

*

Já publiquei comentários sobre os seguintes títulos da linha de especiais Marvel Knights, lançadas no Brasil pela Panini Books/Panini Comics:

Capitão América: A Escolha

Homem-Aranha: Com Grandes Poderes…

Namor: As Profundezas

Mitos Marvel foi lançado no Brasil pela editora Panini, numa caprichada edição em capa dura que reúne seis edições especiais que reabordam origens de vários personagens do universo Marvel.

 

:: Sinopse ::

Um desastre atinge uma nave espacial, fazendo com que seus quatro tripulantes sofram modificações em seu organismo de forma a ganharem poderes especiais. Reed Richards (Ioan Gruffudd), o líder do grupo, passa a ter a capacidade de esticar seu corpo feito borracha. Sue Storm (Jessica Alba), sua ex-namorada, ganha poderes que a permitem ficar invisível e criar campos de força. Johnny Storm (Chris Evans), irmão de Sue, pode aumentar o calor do seu corpo, enquanto que Ben Grimm (Michael Chiklis) tem seu corpo transformado em pedra e ganha uma força sobre-humana. Ao retornar à Terra após o acidente logo os novos poderes começam a se manifestar, fazendo com que todos tenham que se adaptar a eles e também à condição de celebridades que os poderes lhes trazem.

:: Impressões ::

A palavra descartável poderia descrever esta “nova” versão do filme Quarteto Fantástico, originalmente lançado no agora longíquo ano de 2005. Descartável, principalmente, por em seus cercas de vinte minutos a mais de projeção (em comparação a edição do filme original) não acrescentam quase nada à trama. Alguns easter-egs estão presentes, porém estes só serão identificados pelos entusiastas dos quadrinhos do Quarteto, visto que as referências ao Mestre dos Brinquedos e as bugigangas do Sr. Fantástico (Ioan Gruffud, de Rei Arthur) são apenas alegóricas a trama, portanto completamente dispensáveis (tanto que foram limadas da edição exibida nos cinemas). Também são exibidos algumas cenas com apelo cômico, principalmente durante a descoberta dos poderes por parte dos membros do Quarteto Fantástico. Temos uma cena estendida entre o Sr. Fantástico e a Mulher Invisível (Jessica Alba, de Sin City), mais cenas de besteirol do Tocha Humana (Chris Evans, de Sunshine – Alerta Solar), além de uma boa estensão da sequencia em que Victor Von Doom (Julian McMahon, da série Nip/Tuck) procurar manipular os heróis, fazendo com que o Tocha siga cada vez mais o caminho da auto-promoção (daí a ideia do brinquedo do Coisa, que na versão norma não é apresenrada), além da tentativa de manipular o Coisa (Michael Chiklis, da série The Shield) a afastar-se de seus companheiros, principalmente do Sr. Fantástico, amigo de velha data. Contudo, esta é um raro acréscimo a obra que realmente faz sentido estar presente, em meio a diversas outras cenas que não mostram a que vieram – na verdade foram postas no filme apenas para fazer com que os fãs da obra adquirissem outro DVD.

A adição da maioria dessas cenas é tão descartável e algumas vezes ridículas que, em um momento em que a Mulher Invisível e o Sr. Fantástico estão conversando – num clima daqueles de aproximação amorosa – é jogado no rosto deste um efeito tosco parodiando o personagem Wolverine (dos filmes X-Men), que, além de não ter relação nenhuma com o filme presente, ainda é descaradamente horrível visualmente (o efeito parece ter sido feito no paintbrush!). Não dá para entender por que tal cena foi posta na edição do filme (a mesma não serve nem como “erro de gravação” nos extras do filme).

Sendo assim, são mais pontos negativos do que positivos que esta versão estendida de Quarteto Fantástico apresenta. Se o filme original já não era lá esse primor de produto, esta versão turbinada consegue piorar tudo, soando realmente descartável e inútil. Ao contrário da versão estendida de outro filme da dobradinha Marvel/20th Century Fox, Demolidor – O Homem Sem Medo – que ganhou uma versão ampliada interessante e que realmente acrescenta ao filme, tendo esta ficado melhor, mais completa e mais interessante que a versão exibida nos cinemas -, Quarteto Fantástico é um engodo, uma estratégia furada – no sentido qualitativo, visto que a mesma deve ter sido eficiente em conquistar os fãs do filme, já que este produto foi disponibilizado às vésperas do lançamento da seqüência do filme, Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado – no sentido ético, porém aparentemente eficiente no âmibito mercadológico. Para completar, o filme possui como material extra um featurette inútul que aborda o personagem Surfista Prateado, que só aparecerá no segundo filme. Dá para entender? Esta versão nem um fanático pelo filme original poderá curtir!

Elenco: Ioan Gruffudd, Jessica Alba, Chris Evans, Michael Chiklis, Julian McMahon e Kerry Washington.

:: Ficha Técnica ::

Título original: Fantastic Four

Gênero: Aventura

Duração: 126 min.

Ano de lançamento: 2005

Site oficial: http://www.fantasticfourmovie.com/

Estúdio: 20th Century Fox / Marvel Enterprises / 1492 Pictures / Constantin Film Produktion GmbH

Direção: Tim Story

Roteiro: Michael France e Mark Frost, baseado nos personagens criados por Jack Kirby e Stan Lee

Produção: Avi Arad, Michael Barnathan, Chris Columbus, Bernd Eichinger e Ralph Winter

Música: John Ottman

Fotografia: Oliver Wood

Direção de arte: Shepherd Frankel e Don Macaulay

Figurino: Jose Fernandez e Wendy Partridge

Edição: William Hoy

Efeitos especiais: Giant Killer Robots / Spectral Motion Inc. / Soho VFX / Hydraulx

:: Trailer ::

:: Links ::

Sinopse e Ficha Técnica: Adoro Cinema

Histórico nas Bilheterias: The-Numbers