Posts com Tag ‘x-men’

Compilação de histórias que revisitam a origem de alguns dos mais clássicos personagens do universo Marvel Comics, Mitos Marvel é, de certa forma, um fechamento digno para os demais encadernados de luxo lançados pela Panini Comics sob o selo Marvel Knights. Na verdade, tecnicamente este não tem nada a ver com o outro – até mesmo por que muitos personagens se repetem, à exemplo de Capitão América e Homem-Aranha, por exemplo -, contudo, como ambas as obras possuem acabamento similar, vale a pena incluir Mitos Marvel ao lado das demais publicações Namor: As Profundezas, Homem-Aranha: Com Grandes Poderes… e Capitão América: A Escolha.

Não vou ficar aqui discrimando a qualidade de cada uma das seis histórias publicadas neste encadernado, visto que, apesar de algumas se mostrarem superiores  outras, o equilíbrio é mantido pelo roteirista Paul Jenkins (Origem) e pelo ilustrador Paolo Rivera. Portanto, para quem curte X-Men, Quarteto Fantástico, Motoqueiro Fantasma, Capitão América, Hulk e Homem-Aranha ou tem curiosidade em conhecê-los, esta aí uma ótima oportunidade, pois cada equipe/personagem tem sua origem revisitada de forma simples e atualizada em pouco mais de 20 páginas (por história), portanto de forma resumida e objetiva. Enfim, Mitos Marvel é um projeto pouco original (quantas vezes a Marvel não publicou produtos similares?), mas que por conta da qualidade da equipe criativa e do acabamento de luxo, acaba se destacando dentre outros materiais disponíveis no mercado.

*

Abaixo, uma galeria com as capas originais das edições originais publicadas nos Estados Unidos:

:: Mythos X-Men ::

:: Mythos Hulk ::

:: Mythos Captain America ::

:: Mythos Fantastic Four ::

:: Mythos Ghost Rider ::

:: Mythos Spider-Man ::

*

Já publiquei comentários sobre os seguintes títulos da linha de especiais Marvel Knights, lançadas no Brasil pela Panini Books/Panini Comics:

Capitão América: A Escolha

Homem-Aranha: Com Grandes Poderes…

Namor: As Profundezas

Mitos Marvel foi lançado no Brasil pela editora Panini, numa caprichada edição em capa dura que reúne seis edições especiais que reabordam origens de vários personagens do universo Marvel.

 

Chegou o verão nos Estados Unidos. E com ele, o período de férias escolares para crianças e adolescentes. Aproveitando este momento único no calendário anual do país, Hollywood inicia também sua temporada de filmes “pipoca” que enfocam justamente neste público. De maio à agosto, diversas produções de gêneros diversos como comédia, ação, aventura, ficção-científica ou até mesmo “multi-gênero” aportarão nos cinemas dos EUA e do resto do mundo. Sendo assim, para tentar facilitar (ou não) a sua escolha sobre qual (ou quais) filme(s) assitir ou qual filme não assistir, disponibilizarei abaixo os trailers oficiais de algumas das produções mais esperadas (ou não) do ano. Desligue seu cérebro e entre de cabeça neste mundo deslumbrante e surreal dos filmes de verão (para nós, de inverno).

Obs.: Os trailers dos filmes estão disponibilizados em ordem de estréia, não de preferência ou qualidade (até por que ainda não conferi nenhum deles).

Velozes e Furiosos 5: Operação Rio (Fast & Furious 5: Rio Heist)

Mais uma seqüência da série Velozes e Furiosos, dessa vez ambientada no “Brasil”.

Estréia no Brasil: 6 de Maio.

Piratas do Caribe 4: Navegando em Águas Misteriosas (Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides)

Primeiro capítulo de uma possível nova trilogia. Sem contar com os personagens interpretados por Keira Knightley e Orlando Bloom nos filmes anteriores, além de contar com um novo diretor, Rob Marshall (Chicago / Memórias de uma Gueixa).

Estréia no Brasil: 20 de maio.

Cópias em 2D e 3D.

Se Beber Não Case 2 (The Hangover Part II)

Sequência do mega-sucesso de 2009.

Estréia no Brasil: 27 de maio.

X-Men: Primeira Classe (X-Men: First Class)

Reinício de nova franquia dos mutantes da Marvel, contando dessa vez a “origem” da escola fundada por Charles Xavier e o início de sua amizade com Eric Lensheer, vulgo Magneto.

Estréia no Brasil: 3 de junho.

Kung Fu Panda 2

Continuação do grande sucesso da DreamWorks, lançado em 2008.

Estréia no Brasil: 10 de junho.

Cópias em 2D e 3D.

Carros 2 (Cars 2)

Sequência do filme de 2007.

Estréia no Brasil: 24 de junho.

Cópias em 2D e 3D.

Transformers 3 (Transformers: Dark of the Moon)

Terceiro capítulo da trilogia iniciada em 2007.

Estréia no Brasil: 1 de Julho.

Cópias em 2D e 3D.

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 (Harry Potter and the Deathly Hallows: Part II)

Capítulo final da saga do bruxo Harry Potter. Segunda e última parte do filme iniciado ano passado.

Estréia no Brasil: 15 de julho.

Capitão América: O Primeiro Vingador (Captain America: First Avenger)

Adaptação para o cinema do clássico personagem da Marvel Comics.

Estréia no Brasil: 29 de julho.

Lanterna Verde (Green Lantern)

Adaptação para o cinema do clássico personagem da DC Comics.

Estréia no Brasil: 19 de agosto.

Cópias em 2D e 3D.

Conan o Bárbaro (Conan the Barbarian)

Nova adaptação do clássico personagem criado por Robert E. Howard, que já teve uma versão cinematográfica nos anos 1980, dirigida por John Millius e estrelada por Arnold Schwarzenegger.

Estréia no Brasil: 19 de agosto.

Versões em 2D e 3D.

Vale destacar também o filme Thor,que estreou por aqui na última semana (dia 29 de abril), mas apenas hoje (6 de maio) nos Estados Unidos. O filme é mais uma adaptação de um personagem de história em quadrinhos da Marvel Comics.

A propósito, estes não são os únicos filmes com apelo que estrearão nesta janela de filmes pipoca. Contudo, estes são os que já “nasceram” com certa vantagem em relação aos demais e que, independentemente de sua qualidade como produto, serão com quase total certeza grandes sucessos de público.

____________________________________________________

Quem tiver vontade e disposição use o espaço reservado aos comentários para dizer quais trailers ou filmes mais o interessou, quais não te agrada ou até mesmo qual filme que não foi destacado aqui, no seu ponto de vista, pode ser uma grande surpresa. Vamos movimentar este espaço. Conto com todos vocês!

Inspirado pelo ótimo trailer do filme Thor, divulgado na madrugada de hoje (18 de fevereiro de 2011), decidi comentar aqui no blog não só acerca do mesmo (e minhas expectativas quanto ao filme em si), mas também aos trailers das outras adaptações de personagens da Marvel Comics para o cinema no seguinte ano: X-Men: First Class (em junho) e Capitão América (em julho), além, é claro, de Thor (programado para o finalzinho de abril.

:: X-MEN FIRST CLASS (estréia prevista no Brasil: 3 de junho) ::

Pra começar, o trailer que surpreendeu muita gente (e que, ao meu ver, pontua o que eu já esperava do filme), já que várias pessoas ficaram bastante decepcionadas com as fotos de divulgação do longa que vazaram há algumas semanas atrás (eu sempre achei que foi uma “estratégia” comercial dos produtores para que esse burburinho “internético” fosse criado), X-Men: First Class.

Produzido pelos realizadores dos outros 3 filmes dos mutantes (além do dececpcionante filme solo de Wolverine), com destaque para a produtora Lauren Shuller-Donner e contando também com a participação criativa de Bryan Singer (realizador dos dois primeiros capítulos da trilogia X-Men, sendo estes os melhores filmes da série), o filme X-Men: First Class conta com o agora badalado diretor Matthew Vaughn (de Kick-Ass – Quebrando Tudo e Stardust: O Mistério da Estrela) no comando, com a roteirista Jane Goldman (que trabalhou com Vaughn nos dois filmes anteriores do cineasta) e com um elenco equilibrado entre atores conceituados, astros em ascensão e possíveis novos talentos (destaque para James McAvoy, Michael Fassbender, Rose Byrne, Kevin Bacon, Jennifer Lawrence – indicada ao Oscar de atriz este ano pelo filme Inverno da Alma (Winter’s Bone) e January Jones), este lançamento nada mais é do que uma chance da Twentieth Century Fox (produtora) sair do buraco (grande parte dos seus últimos lançamentos com grande potencial de arrecadação nas bilheterias não tiveram um bom êxito – o último foi As Viagens de Gulliver, há pouco mais de um mês -, sendo provavelmente Avatar o último grande filme evento da empresa, além de melhorar sua imagem perante o público fã da série X-Men, que ficou dividido após o lançamento de X-Men Origens: Wolverine, em 2009.

Mas, deixando os detalhes de produção de lado, o que realmente importa é o impacto causado pelo primeiro trailer oficial da produção, que foi divulgado há cerca de uma semana. E, como já deixei claro no início do texto, este foi de excelente qualidade. Mostrando bastante equilíbrio entre a contextualização da trama ao expectador (somos apresentados aos protagonistas do filme, os conhecidos Charles Xavier [McAvoy] e Eric Lensherr[Fassbender], mais conhecidos como Professor X e Magneto, quando estes ainda eram amigos e começavam sua luta a favor dos direitos do homo sapiens superior (vulgos mutantes) e, consequentemente, a formação da primeira turma de alunos da famosa escola de Xavier), num cenário histórico bastante interessante (e fiel aos quadrinhos originais), onde a era Kennedy estava em evidência (anos 1960) e, como não poderia deixar de aparecer num filme do gênero, uma ótima demonstrção das cenas de ação que aparecerão no longa (o final com os navios sendo literalmente tirados da água por Magneto é de um primor técnico incrível), além de mostrar uma imensa leva de novos (e velhos) mutantes.

Quase dois minutos de muito equiíbrio é o que é apresentado neste primeiro trailer de X-Men: Fisrt Class. E, como consequencia, dias e dias de ansiosidade para quem sabe, após o fiasco X-Men Origens: Wolverine e o bom, porém corrido X-Men: O Confronto Final, conferirmos novamente um excelente episódio da saga X-Men, que tem tudo para trazer os pontos que tornaram os primeiros filmes dirigidos por Singer tão especiais: o equilíbrio entre ação, personagens bem construídos, rítmo e conteúdo de discussão relevante (de preconceito à limites da ciência, por exemplo). Um dos filmes mais esperados do ano por mim. Este filme literalmente cresceu em mim.

Abaixo, o primeiro poster de divulgação do filme e o primeiro trailer. Confiram:

Trailer:

:: THOR (Estréia prevista no Brasil: 29 de abril) ::

O deus da mitologia nórdica não é um personagem muito difundido no Brasil, a não ser pelo público que acompanha suas histórias em quadrinhos, contudo, devido ao universo do mesmo possuir características semelhantes a diversas outras mitologias da antiguidade bem mais difundidas por estes lados (à exemplo da grega, para destacar apenas uma), o filme Thor pode ser uma boa surpresa e conquistar o público local, fator este que poderá ser amplificado devido aos bons dois trailers já lançados do filme do personagem até agora.

Aparentemente uma mistura de épico com filme de ação/aventura ambientado na contemporaneidade, na verdade Thor é uma incógnita. Mesmo observando as imagens (viscerais, por sinal) apresentadas nos trailers ainda pairam dúvidas acerca do verdadeiro conteúdo da obra (está claro que o plot do filme foca na expulsão de Thor, o Deus do Trovão, de Asgard e sua vinda – à contra gosto – para Midgard, ou, para nós, Terra), que mesmo apresentando praticamente todos os personagens relevantes da trama, inclusive diversas criaturas mitológicas em combate com o herói, tanto em Asgard quanto na Terra, reside ainda a dúvida de como tudo isto será amarrado num filme que alie bom ritmo e sentido narrativo.

Porém, apesar da desconfiança cabível, já que é a primeira vez que este personagem é apresentado na mídia fílmica (a exemplo de Homem de Ferro, por exemplo), tanto o casting quanto a produção do filme possui profissionais da mais alta qualidade. A èxcessão dos até então desconhecidso Chris Hemsworth, que interpreta o personagem título e Tom Hiddlestom, que interpreta seu irmão Loki, temos nomes como os de Natalie Portman (atriz que concorre ao Oscar este ano por seu trabalho em Cisne Negro, mais recente filme do a pouco tempo confirmado diretor de uma outra adaptação de um personagem da Marvel Comics, Darren Aronofsky, que comandará o novo filme de Wolverine (intitulado The Wolverine), Anthony Hopkins (sem comentários), Stelan Skarsgard, Ray Stevenson (que interpretou Frank Castle – outro personagem da Marvel Comics – no filme Justiçeiro em Zona de Guerra, de 2008), Rene Russo, Kat Dennings e Idris Elba. Além do principal, ser dirigido pelo conceituado diretor (também ator, mas não neste filme) Kenneth Branagh, inglês acostumado a adaptar obras literárias com nuances épicas, à exemplo de suas adaptações shakeaspereanas Hamlet e Henrique V, além de uma ótima versão de Frankstein, de Mary Shelley, mas que pela primeira vez assume um trabalho onde grande parte do filme é carregado pelas sequencias de ação.

Quanto aos trailers em si, o primeiro foi bem básico. Animou na medida certa e deixou aquele gostinho de quero mais, contudo não conseguiu passar para mim qual realmente seria o direcionamento narrativo do filme. O grande destaque fica pelo diálogo entre Odim (Hopkins) e Thor, quando este é banido de Asgard, além das cenas de ação na Terra (à excessão da “voadora” dada pelo Deus, que pareceu sem sentido aos meus olhos). Já na semana passada foi mostrado no intervalo do Super Bowl (final da liga de futebol americano) um teaser (ou spot, se preferir) de 30 segundos do filme, que nada mais é do que um recorte/resumo de cenas já apresentadas no primeiro trailer. Contudo, hoje pela manhã foi disponibilizado o segundo trailer do filme do Deus do Trovão e, este sim, consegue ser mais completo (até por que o mesmo tem cerca de 2 minutos e 30 segundos) e animador, onde os grandes destaques são a maior participação da personagem de Portman e o seu relacionamento com Thor, o detalhamento de algumas criaturas vindas de Asgard, mais espaço para o seu irmão, Loki, além de algumas cenas combate literalmente explosivos na Terra, que só não empolgará quem realmente não curte este gênero de filme (estaria aí a prova de que Branagh, tido como um diretor de atores, se sairá bem como diretor de cenas de ação?). Como demérito, talvez a quase nula participação do pai de Thor, o deus Odin, além dos demais deuses que formam o panteão asgardiano. Torçamos para que este seja mais um acerto da Marvel Studios (que, no meu ponto de vista, ainda não errou – O Incrível Hulk foi uma tentativa de erro, mas analisando friamente tem mais méritos do que deméritos).

Segue abaixo o poster do filme, juntamente com os trailers em ordem cronológia de lançamento:

Trailer 1

Teaser (Spot) de TV

Trailer 2

:: CAPITÃO AMÉRICA: O PRIMEIRO VINGADOR (Estréia prevista no Brasil: 29 de julho) ::

Antes de mais nada quero deixar claro que gosto do personagem Capitão América, já li muitas histórias suas (principalmente no período da adolescência) e que sempre quis ter um boneco (action-figure) do mesmo (acabei tendo um dia, mas já na época em que não “brincava” mais). Contudo, devo informar de imediato que estou bastante desconfiado de que este filme do bandeiroso não será bom (a exemplo de outro filme de super-herói que sairá este ano, o Lanterna Verde da rival DC Comics – mas isto fica para outro post). Em primeiro lugar não gostei da escolha de Joe Johnston como diretor do filme. Johnston, para quem não sabe, foi por muito tempo supervisor de efeitos visuais de Steven Spielberg (Caçadores da Arca Perdida) e George Lucas (trilogia Star Wars), contudo, como diretor não fez nenhuma obra marcante, principalmente no gênero ao qual o filme do Capitão América faz parte, que mesmo sendo uma aventura, possui todo um pano de fundo escuro, visto que estaremos vivendo o auge da II Guerra Mundial. Johnson comandou sucessos como Querida, Encolhi as Crianças e Jumanji (apesar de terem feito um bom público são obras um tanto quanto bobas), além de filmes fracos como Jurassic Park III e O Lobisomem, além do bem intencionado porém esquecível Mar de Fogo. Portanto, o currículo Johnson não é nem um pouco destacável.

Além da falta de credibilidade (palavra forte, mas não encontrei um sinônimo mais brando para categorizar o diretor) do mesmo, um outro ponto que me incomoda no filme é relativo a escalação de Chris Evans para interpretar o Capitão. Primeiramente não tenho nada contra ao ator Chris Evans (gosto do mesmo em alguns filmes, por sinal), contudo imaginar  (e visualizar agora, após o teaser divulgado e as fotos promocionais) Evans como Steve Rogers/Capitão América não me convençe. O ator poderá me surpreender quando conferir o filme, contudo até agora o perfil do mesmo não se encaixa com o perfil do personagem. E, pra completar, pelas informações divulgadas do filme até agora, aliadas às fotos e a este mini-trailer, a ambientação que imaginava apostar em tons de mais seriedade para refletir mais a temática de filmes como o já citado Caçadores da Arca Perdida, fator este que ficou perfeito como cenário para as aventuras do mítico personagem Indiana Jones, mas que ao meu ver é distante do universo do Capitão América. Em resumo, até agora o filme parece ser infantil demais para o meu gosto.

Quanto ao teaser, até que ele (apesar de sua curtíssima duração) é interessante, principalmente se destacarmos a técnica envolvida (direção de arte, figurino, maquiagem – o vilão, Caveira Vermelha, que será vivido pelo já recorrente em papéis mascarados Hugo Weaving) e apresenta pelo menos um bom momento, que é a comparação do físico de Steve Rogers antes e depois da aplicação do soro de super-soldado (para quem não conheçe o plot do personagem, conferir um resumo aqui). No entanto, a cena é “estragada” pela piadinha sem sentido proferida por Evans/Rogers. E, para concluir o teaser, são apresentados flashes de cenas de combate do Capitão com soldados nazistas (aparentemente), que não empolgam nem desempolgam (mesmo a cena do Capitão aplicando uma quase “voadora” nos oponentes). Por fim, um teaser que ainda não teve o poder de mudar minha opinião/recepção pelo filme do primeiro vingador.

Abaixo o primeiro cartaz de divulgação e o teaser divulgado no intervalo do Super Bowl:

Spot de TV (Super Bowl)

Nível de Expectativa (antes e após os trailers), de 0 a 10:

– X-Men: First Class (Antes: 7 / Após: 9).

– Thor (Antes: 6 / Após: 9 – após o 2º trailer)

– Capitão América: O Primeiro Vingador (Antes: 4,9/ Após: 5 – sim, esta primeira nota foi uma piada!).

:: Links ::

X-Men: First Class (IMDB)

Thor (IMDB)

Capitão América: O Primeiro Vingador (IMDB)

Lista com os Indicados ao Oscar 2011: Cinema com Rapadura